top of page

Maria Belo – Prémio Internacional de Laicidade 2012

Em 2011, o Grande Capítulo Geral do Grande Oriente de França lançou o Prémio da Laicidade com o objectivo de honrar pessoas, que pelo seu empenho ou acção, contribuem para promover a Laicidade, a Liberdade e a Igualdade. Tendo surgido bastantes candidaturas foi então decidido institucionaliza-lo estabelecendo Um para os candidatos da França (Hexagone) e Um para os estrangeiros.





O júri criado para aceitar as candidaturas anuais é constituído por todos os past- Grão Mestres do Grande Oriente de França e o actual, os past-Mui Sábios Perfeitos Grandes Veneráveis e o actual, e por personalidades, homens ou mulheres ligadas ao Rito Francês pela sua história ou pela sua função no presente.

Este foi pois o primeiro ano que este júri reuniu. Houve diversas candidaturas e o Grande Capítulo Geral Feminino de França decidiu encontrar uma candidata mulher para o prémio estrangeiro, tendo a nossa IMaria Belo aceite ser proposta. A estrutura que a sugeriu foi o Soberano Capítulo Croisée des Chemins, sendo seu padrinho o past-Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano, o Irmão António Reis.

O júri reuniu a 15 de Dezembro de 2012. Entre os diversos candidatos estrangeiros havia duas mulheres (uma Ir:. belga e a IMaria Belo) e um candidato muito forte, o nosso Ir:. de nacionalidade turca, Metin Ansen, past-Grão Mestre o que já por si, no seu país, é um feito pela laicidade e que tem lutado por ela desde os seus 15 anos.

O júri decidiu-se por um prémio ex-aequo entre o Irmão turco e a nossa Irmã, facto que muito a honrou e à GLFP também.

O prémio foi-lhe entregue no dia 20 de Dezembro, pelas mãos do Grão Mestre do Grande Oriente de França, José Gulino, e pelo Mui Sábio Perfeito Grande Venerável do Grande Capítulo Geral, Jean Pierre Catala.

É um reconhecimento para as Maçonas e Maçons portugueses assim como para as maçonas francesas que a propuseram.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page